Amor pelos animais direcionou a carreira da fotógrafa Sabrina Nas

SabrinaNas-24

A partir desse mês, vamos publicar aqui no blog depoimentos e histórias inspiradoras de alunos da Câmera Criativa – Escola de Fotografia e Arte. A ideia é compartilhar experiências e inspirar aqueles que assim com a gente amam fotografar. Para estrear esse espaço, conversamos com Sabrina Nas, que de assistente de iluminação passou a seguir carreira solo após finalizar o curso de qualificação profissional, em meados de 2017, e é pioneira em Santa Catarina em um novo mercado da fotografia, o pet. Sim, ela é especialista em fotografar animais de estimação. Um mais fofo que o outro, como pode ver nas fotos! Confira abaixo a entrevista completa.

 

Antes de iniciar o curso na Câmera Criativa, qual era seu conhecimento e envolvimento com a fotografia?

Não tinha experiência alguma com o equipamento. Meu envolvimento na época era apenas como assistente, auxiliando um fotógrafo na iluminação e na escolha das locações e looks para os casais. Ao iniciar o curso, adquiri uma Canon 6D e fiquei com ela por um ano.

 

Você planejava em transformar a fotografia na sua profissão ou isso surgiu depois, de forma natural?

Em tese sim. Queria ser a segunda fotografa deste fotógrafo com quem trabalhava, mas os planos mudaram e decidi continuar sozinha, porém em outra área que fui aos poucos descobrindo, até me encontrar na fotografia pet.

 

Como foi estudar na Câmera Criativa?

A Câmera Criativa é uma escola, uma casa, uma família para mim. Toda minha base vem do que aprendi lá. O curso de qualificação profissional é bem completo e dá uma visão geral da fotografia, dos segmentos possíveis de atuação, além da prática. Fiz amigos que sempre me recebem com carinho, e isso é demais. Na escola não somos tratados só como alunos, mas sim acolhidos como uma família. Sempre me deram e me dão apoio e incentivo na escolha e nos resultados da minha fotografia.

 

O que mudou na sua relação com a fotografia depois do curso?

Encontrei-me na fotografia durante o curso e dei continuidade depois. Hoje sou fotografa profissional, trabalho com isto e me sinto muito realizada e feliz!

 

Muitas pessoas têm receio de fazer um curso de fotografia achando que não irão conseguir aprender. O que você diria a elas?

Que não devem temer. Vão aprender sim, garanto, mas é fundamental exercer e praticar o aprendizado para aperfeiçoar as técnicas e o olhar. O curso irá ensinar o básico, e depois cabe a cada um ampliar este conhecimento buscando melhorar cada dia mais, porque sempre temos o que aprender.

Foto: Sabrina Nas – Modelo Fly

Foto: Sabrina Nas – Modelo Duque

Como foi que optou pela fotografia pet?

No início não sabia que segmento da fotografia seguiria, até que uma situação me fez decidir pela fotografia pet. Estava na casa de uma amiga esperando para fotografar seu filho e o pet dela, o shitzu Lucky, estava ali comigo aguardando na sala. Foi quando peguei a câmera e comecei a fotografá-lo. Gostei do que vi nas imagens e então passei a fotografar pets de amigas para ir aprimorando meu olhar. Mais tarde, fotografei meu primeiro gato, a Mima. Decidi me aperfeiçoar estudando os animais e seus movimentos e características e criei meu estilo próprio de fotografá-los.

 

O que a fotografia representa hoje na sua vida?

Minha profissão, minha alegria, minha realização pessoal. Vivo a fotografia diariamente e faço dela minha fonte de sustento de forma feliz e divertida, porque fotografar animais é mágico! A pureza, a expressão e a autenticidade deles não se comparam a nada. Enfim, eles são demais!

 

Que mensagem você deixa para os apaixonados por fotografia?

Poderia concluir dizendo um monte de coisas, mas prefiro finalizar com uma frase que para mim diz tudo: “NÃO DESISTA DOS SEUS SONHOS!”

Texto: Andréa Fischer

Foto: Sabrina Nas – Modelo Aisha

Foto: Sabrina Nas – Modelo Lhanna